AFILIAÇÕES
  • Ordem Jedi,
  • Império Galáctico,
  • Policial do Submundo de Coruscant,
  • Jedi iniciado,
  • Senado Galáctico,
  • Esquadrão D,
  • Guarda do Senado,
  • Guardião do Templo Jedi,
  • Guarda de Coruscant,
  • Bear Clan,
CLIMA
  • Artificial,
  • Temperado,
TERRENO
  • Urbano,
droide
  • Droide de Análise da Cena do Crime,
espécie
  • Bith,
  • Balosar,
  • Gran,
  • Patrolian,
  • Mikkian,
CRIATURA
  • Kouhun,
VEÍCULOS
  • AA-9 Cargueiro de Coruscant,
  • Cruzamento,
  • Cruzador da República,
  • Nave de Combate da Polícia,
  • XJ-6 Airspeeder,
  • Táxi Aéreo de Coruscant,
ARMAS
  • Lança de Sabre de Luz,

HISTÓRIA //

QUEDA DA REPÚBLICA


Coruscant está no centro de muitos eventos transformadores da galáxia durante os últimos dias da Velha República, a partir das sessões do Senado sobre a invasão de Naboo. No planeta, a rainha Amidala e o senador Palpatine discutem intensamente no edifício do Senado, uma construção espetacular em forma de disco com uma imensa rotunda circular. É então que a rainha apresenta um Voto de Desconfiança no Supremo Chanceler Valorum, o que define o cenário para a ascensão de Palpatine ao posto. Mais tarde, um jovem escravo chamado Anakin Skywalker é levado ao Templo Jedi de Coruscant para avaliação, embora sua entrada na Ordem tenha sido inicialmente recusada.


Com um movimento de secessão estendendo-se pela galáxia, Coruscant se torna um foco de tensão política e um lugar perigoso. A senadora Padmé Amidala é alvo de um ataque a bomba quase fatal e, depois, de uma tentativa de assassinato em seus aposentos. O Jedi Obi-Wan Kenobi e Anakin Skywalker perseguem o agressor pelas autoestradas aéreas do planeta e por fim seguem a pista do caçador de recompensas até um sórdido bar de Coruscant. Lá, alguém oferece bastões mortais a Obi-Wan, que recusa, usando um truque mental Jedi. Ele corta fora o braço de seu alvo. O agressor é uma metamorfa caçadora de recompensas. Antes que ela possa falar, é morta — e seu assassino desaparece na noite de Coruscant.


Enquanto isso, o Supremo Chanceler Palpatine tenta obter poderes executivos a fim de formar um Grande Exército da República para combater as ameaças dos separatistas. Felizmente para ele, o representante Jar Jar Binks apresenta uma moção para lhe conceder essa autoridade. Depois que o exército é aprovado e que termina a primeira batalha das Guerras Clônicas, o líder separatista Conde Dookan foge surpreendentemente para Coruscant. Em um complexo não identificado, ele entra novamente em contato com o perverso Darth Sidious e diz a seu mestre: "Tenho boas notícias, meu senhor. A guerra começou".


Depois que as forças da República descobrem uma criatura gigante em Malastare, o Supremo Chanceler ordena que a assim chamada fera Zillo seja levada até Coruscant para ser examinada em um laboratório secreto. Palpatine esperava que as defesas naturais da criatura pudessem gerar avanços na pesquisa e no desenvolvimento militares, mas a fera Zillo foge para causar devastação, atacando o prédio do Senado antes de ser finalmente morta.


A República planeja invadir Mandalore depois de receber uma mensagem misteriosa do planeta implorando por ajuda. A Duquesa Satine Kryze, de Mandalore, sabe que a mensagem foi alterada e se encontra com um informante em Coruscant para comprovar a fraude. Ela logo percebe que está sendo caçada pelos assassinos do Olho da Morte e foge com a ajuda de Obi-Wan Kenobi. Obi-Wan leva uma cópia não adulterada da mensagem para a Senadora Amidala de Naboo, que a apresenta ao Senado e evita uma expansão da guerra para Mandalore.


Enquanto as Guerras Clônicas pareciam distantes de Coruscant, a capital não escapou do terror e da violência. O caçador de recompensas Cad Bane — famoso por conseguir roubar um holocron do Templo Jedi — infiltra-se no prédio do Senado, faz alguns senadores de reféns e obriga a República a libertar da prisão o senhor do crime Ziro, o Hutt.


Os debates do senado em Coruscant prosseguem acalorados, com os defensores da intensificação da guerra com os separatistas discutindo com aqueles que preferem negociações pacíficas ou que temem que o complexo industrial e militar da República tenha se tornado poderoso demais. Quando senadores como Padmé Amidala e Bail Organa discursam contra a pressa de entrar em guerra, eles enfrentam não só a oposição dos outros senadores, como também a intimidação física de assassinos contratados. E em um caso de grande repercussão, um auxiliar do Senador de Rodia, Onaconda Farr, envenenou o senador e tentou incriminar Halle Burtoni de Kamino pelo assassinato.


Com os cidadãos cansados de guerra, alguém detona uma bomba no Templo Jedi. O ataque é atribuído à viúva de um funcionário de manutenção do Templo, que em seguida morre em circunstâncias misteriosas em sua cela. Incriminada pelo assassinato, Ahsoka Tano escapa da prisão e foge para os perigosos e sombrios submundos de Coruscant. Ela é aprisionada e julgada em um grande tribunal, uma das muitas instalações novas a surgir em Coruscant nessa época. Ahsoka é considerada inocente, mas decide sair da Ordem Jedi.


Quando o soldado ARC Fives descobre que um misterioso biochip foi implantado nos soldados clones da República, ele viaja a Coruscant para apresentar suas descobertas ao Supremo Chanceler. Porém, Fives é acusado falsamente de atacar Palpatine e foge, buscando o anonimato entre as hordas de clones de folga. Ele é caçado e atingido por outros soldados clones antes de conseguir contar a verdade sobre a conspiração que descobriu.


Em um movimento ousado, o General Grievous e o Conde Dookan sequestram o Supremo Chanceler Palpatine em seu gabinete, em Coruscant. A batalha de Coruscant irrompe na sequência desse crime, com a frota do exército clone enfrentando os droides dos separatistas na estratosfera do planeta. No entanto, Obi-Wan e Anakin resgatam Palpatine, com Anakin pousando em segurança a nave pessoal de Grievous no planeta-cidade. Depois, em um teatro lírico de Coruscant, Palpatine conta a Anakin uma fábula Sith sobre um adepto do lado sombrio que poderia salvar pessoas da morte; esta seria a chave para Anakin se transformar de Jedi em Sith. Ele se entrega ao lado sombrio para aprender as habilidades de Palpatine, ele próprio um Sith, e comanda a destruição dos Jedi em Coruscant, inclusive o massacre de jovens no Templo Jedi. Nesse meio-tempo, Palpatine conduz uma sessão especial no Senado Galáctico. Ele transforma a República em Império e se declara Imperador.


GUERRA CIVIL GALÁCTICA


Após anos de conflito, a Aliança Rebelde restaura finalmente a liberdade na galáxia, destruindo a Estrela da Morte II do Império. Ao mesmo tempo, o Imperador é traído por Darth Vader, antes conhecido como Anakin Skywalker, que finalmente volta para o lado do bem. Comemorações irrompem por toda a galáxia, com os cidadãos em êxtase.

Em Coruscant, centro da tirania de Palpatine como Imperador, fogos de artifício decoram o céu noturno, ruas e sacadas estão cheias de pessoas celebrando e confetes são lançados do alto. Como um símbolo apropriado do fim do Império, uma enorme estátua do Imperador é derrubada, esfarelando-se como o poder antes incomparável do Lorde Sith.

Itens relacionados //