AFILIAÇÕES

HISTÓRIA //

GUERRA CIVIL GALÁCTICA


Para destruir a Estrela da Morte II, a Aliança Rebelde desenvolve uma dupla estratégia: Han Solo e sua equipe de ataque devem destruir o gerador de escudos da superarma em Endor, enquanto Lando Calrissian, pilotando a Millennium Falcon, deve liderar um ataque aéreo. Mas, quando a Aliança se concentra em montar o ataque, o Imperador revela uma terrível surpresa: embora esteja estruturalmente incompleta, a Estrela da Morte II já é uma "estação de batalha operacional e totalmente armada". Ele dá a ordem para atirar à vontade e facilmente destrói um dos grandes cruzadores estelares dos Mon Calamari que fazem parte da frota rebelde. Apesar disso, Lando não aceita recuar e, em vez disso, combate os caças TIE e os Star Destroyers do Império. Essa improvisação dá mais tempo às forças terrestres dos rebeldes, e Han finalmente está apto a destruir o gerador de escudos da Estrela da Morte II. Lando e Wedge Antilles (em um X-wing) voam para dentro da superestrutura, neutralizando seu reator principal e enfim destruindo a Estrela da Morte II.

Itens relacionados //