HISTÓRIA //

GUERRA CIVIL GALÁCTICA


Quando Obi-Wan Kenobi contrata Han Solo e Chewbacca para levá-lo até Alderaan, o Jedi especifica que precisa de uma nave rápida. Han garante a ele que a Millennium Falcon é essa nave, pois ela já percorreu o Corredor de Kessel em menos de 12 parsecs. Quando Luke Skywalker vê o maltratado cargueiro pela primeira vez, ele está convencido de que foi enganado: parece que a Falcon vai desmoronar a qualquer momento em sua baía de ancoragem. Mas a Falcon faz jus aos elogios do Capitão, escapando das espaçonaves imperiais que protegem Tatooine e provando ser operacional e resistente em um combate com os caças TIE que patrulham o espaço ao redor da Estrela da Morte. Han e Chewie estão no comando da Falcon quando atacam Darth Vader e seus pilotos TIE que perseguem Luke, dando ao jovem rebelde a chance de acertar o tiro que destruiria a Estrela da Morte. 


Han decide deixar seus amigos com a Aliança Rebelde e pagar sua dívida com Jabba, o Hutt, mas Falcon não ajuda e ele e Chewbacca passam horas no hangar da base Echo tentando colocar o cargueiro em condições de voo outra vez. Han mal consegue tirar a Falcon do chão, escapando de Hoth logo à frente das tropas de choque de Darth Vader, mas seu hiperpropulsor falha com os Star Destroyers e os caças TIE em uma grande perseguição. Sem conseguir atingir a velocidade da luz, Han busca abrigo em um campo de asteroides, onde faz reparos frenéticos, mas o hiperpropulsor falha de novo. Han usa todos os truques conhecidos pelos corelianos para fugir e chegar no sistema estelar próximo de Bespin, onde os técnicos de Lando Calrissian consertam a Falcon. Lando não sabe que os Imperiais, que prenderam Han em carbonita na Cidade das Nuvens, haviam desativado o hiperpropulsor da nuvem como medida de proteção contra tentativas de fuga, mas felizmente R2-D2 descobre a sabotagem. O pequeno droide reativa o hiperpropulsor, permitindo que o cargueiro e sua tripulação escapem. 


Lando e Chewbacca descobrem que Boba Fett levou Han para Tatooine e escondeu a Falcon, enquanto se infiltram no palácio de Jabba, o Hutt, para resgatar seu amigo. Han empresta sua adorada nave a Lando para o ataque rebelde à segunda Estrela da Morte em Endor. A Falcon manobra como um caça na batalha caótica, mergulhando na superestrutura em forma de labirinto da estação de batalha. Lando dispara mísseis de concussão no reator principal da Estrela da Morte e corre para a superfície, escapando pouco antes de a estação explodir. O modesto cargueiro, antes considerado um lixo, havia destruído a maior arma do Império.

Itens relacionados //