Estudando os Skywalkers: O dia 4 de maio e o impacto cultural de Star Wars.

Estudando os Skywalkers é uma coluna exclusiva que investiga os personagens, temas e lições de Star Wars de uma perspectiva educacional e literária. Nessa edição especial do dia 4 de maio, o StarWars.com analisa o significado cultural de Star Wars e como ele exemplifica a força do mito e da narrativa de histórias.

Uma boa história bem contada tem um impacto que transcende gerações. Isto ocorre principalmente devido ao fato de que uma história carrega consigo um retrato fiel do que nós, como sociedade, valorizamos. Ela representa nossos imperativos culturais, valores, preconceitos, assim como nossos maiores medos e desejos. Elas atraem nossa imaginação, nos levam para lugares exóticos e distantes, e nos inspiram a acreditar em algo além de nós mesmos.

Enquanto ninguém sabe realmente quando a primeira história foi contada, os estudiosos sabem que contar histórias tem sido importante por muito tempo. Da mesma forma, os primeiros contadores de histórias eram muito respeitados em suas respectivas culturas, uma vez que um bom contador de histórias tinha que não somente explicar o mundo ao seu redor, mas também criar um meio que era poderoso, visual, e inesquecível. O papel ainda não havia sido inventado e as maravilhas do universo não eram totalmente compreendidas. Como resultado, um bom contador de histórias era indispensável para preservar as tradições únicas de cada cultura. O contador de histórias tinha que captar o que importava e trazer isto através de gerações para ajudar a preservar os temas centrais e os valores da civilização. Fora dessa necessidade, nascia a mitologia, e a arte de contar histórias foi concebida.

Talvez nenhuma história tenha capturado de maneira mais poderosa as mentes e corações de nossa cultura como Star Wars. Para muitos de nós, o trabalho de George Lucas marcou o início de uma nova mitologia que mudou a maneira como pensamos sobre o mundo ao nosso redor. Star Wars não apenas mudou a forma como os filmes são feitos, comercializados e vivenciados, mas também bate continuamente no zeitgeist do porquê histórias são relevantes hoje. Star Wars é conhecido por seu esplendor visual e personagens cativantes, mas também contém os valores, sonhos e medos que são essenciais para nós como sociedade. Ele inspira e nos diverte de um jeito único. No dia 4 de maio, celebramos a maravilha da nossa amada galáxia muito, muito distante, e refletimos sobre o porquê Star Wars é a grande mitologia moderna do nosso tempo.

O StarWars.com conferiu com três autoridades em Star Wars e narrativa de histórias: Chris Taylor (autor de Como Star Wars Conquistou o Universo), Pablo Hidalgo (autor e executivo de criação da Lucasfilm) e Steve Sansweet (presidente e CEO do Rancho Obi-Wan) para obter suas perspectivas sobre o significado de Star Wars como a grande mitologia moderna. Cada um deles é um contador de histórias na sua essência e todos eles têm ajudado a manifestar o impacto da narrativa que Star Wars teve em nós universalmente.

Chris Taylor

Chris Taylor: Star Wars é o primeiro mito que todos nós abraçamos como uma cultura global. O que esta cultura tem feito com a história é marcante. É um comportamento emergente: os fãs continuam a formar todos os tipos de memes, ficções e comportamentos do vasto material Star Wars, muito além do que seus criadores imaginaram. O mito está evoluindo. O que isso significa para o futuro é uma incógnita, mas eu acho que é instrutivo olhar para a história de contos de fadas na Europa. Histórias como Chapeuzinho Vermelho têm prosperado de maneira crescente por centenas, se não milhares de anos. Star Wars é universalmente relevante, o suficiente para que ele potencialmente durar tanto tempo.

Pablo Hidalgo - Lucasfilm Creative Executive

Pablo Hidalgo: Star Wars é fundamentalmente uma análise, uma forma moderna para contar histórias antigas. Ele usa técnicas e visuais modernos para inspirar algumas das lições mais antigas da nossa mitologia coletiva. Ele atinge profundamente nossa história coletiva como seres sociais, mas ao mesmo tempo nunca acaba por ser muito pesado. Ele abrilhanta essas lições com aventuras eletrizantes, camaradagem sincera, e acima de tudo, uma energia efervescente que o torna acessível a todas as idades.

Steve Sansweet

Steve Sansweet: Certamente existem filmes que as pessoas falam sobre — e até mesmo assistem ano após ano — décadas após serem lançados, como O Mágico de Oz. Mas o fato de os filmes da saga Star Wars ainda estarem na cabeça, na alma e tão adorados quase 40 anos após o primeiro filme ser lançado, os coloca em outro patamar. Acabamos de comemorar o aniversário de 400 anos da morte de William Shakespeare, e enquanto eu não puder prever o futuro, não me surpreenderia se as pessoas em todo o mundo ainda se lembrassem do fenômeno cultural que Star Wars tornou-se centenas de anos a partir de agora. E grande parte disso pode ser atribuída aos mitos antigos, alguns com milhares de anos, que são a base de muitos dos personagens e enredos dos filmes Star Wars. A história da família Skywalker, baseada na jornada do herói, as escolhas que todos nós fazemos na vida, a chance de redenção para alguém apesar de incessantes hostilidades em todo o mundo — tudo isso contribuiu para que Star Wars se tornasse um padrão entre culturas, fronteiras e todas as outras barreiras que enfrentamos no dia a dia.

O dia 4 de maio é uma oportunidade maravilhosa para refletirmos sobre o impacto cultural que Star Wars tem tido sobre nós. Esta galáxia muito, muito distante reforça os valores culturais reconhecidos universalmente e nos lembra o que valorizamos na narrativa de histórias. Ele está abrigado em nossa consciência coletiva, assim como todas as grandes histórias e o modelo arquetípico moderno que é a grande mitologia para o nosso tempo.

Dan Zehr é um professor de Inglês com um mestrado em Ensino e Aprendizagem e comanda o Café Com Kenobi (com o coapresentador Cory Clubb), um podcast de Star Wars que analisa a saga através do pensamento crítico, análise, entrevistas e discussões. Ele também é um membro da Rogues (como Líder Azul), uma rede de professores que incorporam Star Wars na sala de aula.

TAGS: ,