R2-D2 Está Em Star Wars: Episódio VII – E Foi Construído Por Fãs

A primeira foto dos bastidores de Star Wars: Episódio VII chegou ao Twitter na última quinta-feira. Nela aparecem o diretor J.J. Abrams, a presidente da Lucasfilm, Kathleen Kennedy, e um certo droide astromecânico azul e branco – e agora o StarWars.com pode confirmar que ele realmente estará no filme. Mas quem são os dois homens atrás de R2, parecendo protetores do “barril de óleo”?

Trata-se de Lee Towersey e Oliver Steeples, fãs de Star Wars e membros do clube internacional R2-D2 Builders Club. Eles criam droides astromecânicos idênticos aos dos filmes e totalmente funcionais, como o R2-D2 da foto, e fazem parte oficialmente da equipe responsável pelos efeitos das criaturas em Star Wars: Episódio VII. Embora não tivessem se candidatado ao emprego, tinham provavelmente a melhor referência que alguém poderia querer.

“Tudo começou no verão passado, quando Kathleen Kennedy visitou o espaço dos R2-D2 Builders na Celebration Europe, na Alemanha”, explica Steeples, que concluiu seu primeiro R2-D2 em 2007, após 10 anos de pesquisa e coleta de peças. “Ela posou para fotos conosco, examinou os droides que construímos e fez muitos elogios. Quase como uma piada, comentei que os R2-D2 Builders britânicos estariam à disposição, se ela precisasse. Quando [o produtor executivo] Jason McGatlin me contatou para trabalhar no filme, foi por recomendação dela.”

Steeples, de Berkshire, e Towersey, de Middlesex, na Inglaterra, estão trabalhando em Star Wars: Episódio VII em tempo integral, nos estúdios Pinewood (onde a foto do Twitter foi tirada), concentrando-se apenas na construção de astromecânicos – por enquanto. Manter um droide astromecânico em boas condições de funcionamento durante toda a produção de um filme é um desafio, pois ele está recheado de engrenagens, luzes e componentes eletrônicos. Steeples e Towersey foram escolhidos devido a sua competência e experiência, tendo ambos trabalhado em comerciais com temática de Star Wars­ para a Currys, megaloja britânica de ferramentas e eletroeletrônicos. “Sabemos das pressões de filmar, preparar e ter que garantir a confiabilidade durante toda a filmagem”, diz Towersey, que construiu o droide do tweet. “Temos um bom conhecimento do R2, com um grande estoque de peças para referência e esquemas. Além disso, sabemos o que está envolvido no processo de construção como um todo e quais são os problemas potenciais que precisamos evitar.” Apesar de seu impressionante entendimento de como construir um droide astromecânico e mantê-lo funcionando, Steeples e Towersey ainda têm uma meta para Star Wars: Episódio VII: construir um R2-D2 ainda melhor.

“O que precisamos fazer é melhorar a parte mecânica”, declara Towersey. “No momento estamos numa fase de pesquisa e design sobre as opções de acionamento para ver o que é mais confiável em todos os terrenos possíveis; pode ser um motor só que faz tudo ou um sistema que seja fácil de ajustar conforme o terreno. Temos algumas ideias de simulações que esperamos poder testar na estrada muito em breve.” Ainda que agora eles façam parte da produção dos filmes de Star Wars, no fundo os dois são mesmo é fãs.

“É fascinante acompanhar todo o processo de filmagem à medida que Star Wars: Episódio VII cresce à nossa volta”, diz Towersey. “Acho que é um grande privilégio fazer parte do ambiente de trabalho em que me encontro no momento. É algo que eu sempre vou valorizar.”

“É um sonho realizado”, acrescenta Steeples, “e espero que eu consiga corresponder às expectativas dos milhares de R2-D2 Builders pelo mundo todo, sem falar dos milhões de fãs de Star Wars.”

Dan Brooks é redator de conteúdo sênior da Lucasfilm e passa seus dias escrevendo matérias para o StarWars.com. Ele adora Star Wars, ELO e os New York Rangers, New York Jets e New York Yankees. Siga-o no Twitter @dan_brooks, onde ele fala sobre tudo isso.

TAGS: