Seguidores totalmente operacionais: O impacto pessoal de Star Wars

Este é um período em que os seguidores ficam mais ativos. Novos filmes Star Wars, filmados em locais seguros, começaram a chegar ao mundo. Durante este tempo, os fãs se reuniram nos cinemas para ver O Despertar da Força e no youtube para assistir ao trailer de Rogue One: A história de Star Wars repetidamente. Alimentados pelo desejo de demonstrar seu carinho e paixão pela galáxia muito, muito distante, os fãs estão se unindo para celebrar em um dia especial: 4 de maio.

Para ajudá-los a demonstrar seus sentimentos para todo o universo, conversei com um grupo de fãs sobre o que o Star Warssignifica para eles e como o lançamento de novos filmes está mudando o jogo.

Michael Jason Francis se deparou com o Star Wars pela primeira vez quando viuO Império Contra Ataca nos cinemas. Ele tinha cinco anos de idade e se lembra claramente de ver o Darth Vader e dois stormtroopers passarem por ele. E o Darth Vader ficou ali com ele. “Star Wars significa duas coisas para mim,” diz Francis. “Esperança e redenção. Quando estava crescendo, meu pai era um alcoólatra violento. Era horrível. Eu nunca entendi o que poderia tê-lo tornado assim e como eu poderia ser parte dele. Eu tive que acreditar que havia algo de bom nele, alguma parte que nos conectava. Como o Luke, eu sentia a bondade dentro dele. A relação entre Luke e Darth Vader me deu esperança. Para encurtar essa longa história, eu encontrei a bondade nele, e agora, ele é um avô espetacular para os meus dois filhos.”

Fan dressed up as Darth Vader

Um dos filhos do Francis é uma menina de seis anos de idade (foto acima) que ama o R2-D2, Vader e os stormtroopers. A presença de personagens femininos como a Rey e a Jyn nos filmes novos fez a diferença para a sua filha e consequentemente para ele. “Quando ela viu a Rey ascender o sabre de luz, seus olhos se arregalaram e seu sorriso malicioso disse tudo. Os filmes que ela chamava de ‘filmes do papai’ agora eram dela,” diz ele.

Ele planeja sair com os seus filhos no dia 4 de maio e assistir o máximo de filmes e desenhosStar Wars possível.

Star Wars A New Hope

Star Wars tem sido uma luz para muitos fãs. Sandra Choute se mudou para os Estados Unidos quando era muito nova. Ela diz, “Mudar para os Estados Unidos foi difícil, culturalmente. Star Wars foi o escape que eu usei quando precisei lidar com as provocações por ser diferente. Isso pode soar horrível, mas foi algo positivo na minha vida.” A saga continuou sendo benéfica porque ela encontrou “tantas pessoas incríveis que não têm medo de ser elas mesmos.”

Choute vai celebrar o 4 de maio dando em retorno. “ Todos os anos, eu participo em um projeto de serviço,” diz ela. “Ano passado, eu estava envolvida na atividade #SirvaComoUmJedi organizada pelo Star Wars na sala de aula. Eu coletei suprimentos para enviar para um orfanato no Haiti. Esse ano, farei algo diferente. Eu estarei patrocinando duas ou três crianças e irei pagar suas mensalidades da escola por um ano em um orfanato no Haiti.”

The Force Awakens - Rey with BB-8 on Jakku

Star Wars conecta muitas pessoas e pode realmente unir famílias. Marcela Vargas cresceu assistindo a trilogia original em casa com seus pais. Os primeiros episódios impactaram sua apreciação do cinema. Então, quando O Despertar da Força foi lançado, Vargas os levou para o cinema. “Eles ficaram sem fôlego, choraram, aplaudiram e simplesmente se divertiram demais,” diz ela. “De um jeito estranho, isto me fez sentir como se eu estivesse completando um ciclo, eles me mostraram Uma Nova Esperança quando eu era criança e tive a chance de mostrá-los O Despertar da Força, e agora eles estão em seus 60 anos.”

Vargas diz que Star Wars sempre esteve ao seu lado e que com isso aprendeu muito sobre ela mesma e relacionamentos. “Para mim Star Wars significa proteger seus amigos, nunca se render e fazer a coisa certa mesmo que seja a coisa mais difícil que você já tenha feito. O Jedi me ensinou a manter a cabeça no lugar quando minhas emoções estiverem à flor da pele. Star Wars me ensinou que eu posso ser uma princesa independente, uma guerreira e uma diplomata, desde que meu coração e mente estejam nelas. Nada é impossível quando você tem a Força, e a Força está dentro de você.”

Para o dia 4 de maio, Vargas irá assar biscoitos Star Wars para os seus amigos e colegas de trabalho e vestir seu manto Jedi no trabalho — O Despertar da Força lhe deu a motivação necessária para finalmente costurar à mão seu próprio manto.

The Phantom Menace - Padme

Michael se aproximou da filha de sua namorada por causa da trilogia do prelúdio. Ele viu a trilogia original quando tinha 11 anos de idade e anos depois pôde levar a filha de sua namorada para assistir A Ameaça Fantasma quando ela tinha 11 anos. “Sentar com ela no cinema lotado na noite de estreia foi uma experiência feliz e por vezes emocionante. Eu fiquei sem ar uma ou duas vezes vendo ela assistir o filme com tanta atenção. Depois disso, ela já estava viciada. Tudo é Padmé, o tempo todo,” diz Michael. Ele admitiu não ter ficado tão entusiasmado com os prelúdios quanto ela, mas nunca demonstrou para a filha de sua namorada.

O Despertar da Força e o próximo lançamento de Rogue One reascenderam o entusiasmo de Michael por Star Wars. Ele diz, “Eu nunca mergulhei no Universo Expandido, então entre trilogias e além da compra ocasional de colecionáveis, meu entusiasmo diminuiu um pouco. Mas agora — agora ele voltou com toda força! Alguns podem considerar minha obsessão por Star Wars…sobrenatural.”

Que o dia 4 esteja com você! Compartilhe o que Star Wars significa para você nos comentários e nos conte como irá celebrar hoje.

Amy Ratcliffe é uma escritora obcecada por Star Wars, Disney e café. Siga-a no Twitter em @amy_geek.

TAGS: