Star Wars Rebels Atacam Novamente na Celebration

Os criadores e o elenco falam sobre o trailer da temporada dois e da estreia, exclusivamente em StarWars.com!

Aviso de spoiler: este artigo apresenta uma discussão sobre o episódio de estreia da temporada dois de Star Wars Rebels.

A Celebration Anaheim entrará na história de Star Wars Rebels como um evento importante e memorável. O trailer da temporada dois, alucinante, divertido e chocante foi apresentado no painel de elenco e criadores diante de milhares de pessoas. Com amostras significativas do que está por vir nesta próxima temporada, ele transmite um senso real da escalada da série e em vários níveis. A ação é mais intensa, a animação é mais bonita e cheia de nuances, e o perigo, representado por Darth Vader, muito, muito mais imediato. O painel também revelou a volta de vários dos personagens favoritos da série: a saber, Rex e Hondo Ohnaka, que se juntam a Ahsoka Tano da série Star Wars: A Guerra dos Clones. Por isso, os aplausos foram muitos e bastante calorosos. Os criadores perceberam.

“Isso significa tudo”, disse o produtor executivo Dave Filoni ao site StarWars.com sobre a recepção. “Especialmente porque algumas das maiores reações foram para personagens que eu criei antes em Star Wars: A Guerra dos Clones. Ver que esses personagens conquistaram os fãs dessa forma e são tão queridos quanto qualquer outro personagem de Star Wars é muito importante para mim e para minha equipe.”

No painel, o elenco, que ainda não tinha visto o trailer, se acomodou no chão do palco para vê-lo pela primeira vez. “Eu me senti um fã de 17 anos deitado no chão e rindo”, disse Steve Blum, a voz de Zeb na série. “Foi fenomenal e superou as minhas expectativas também.”

Vanessa Marshall, a voz de Hera e fã de carteirinha, também concorda. “Eu não sabia se ia conseguir ficar em pé outra vez”, disse ela. “Eu fiquei sem fôlego. Foi maravilhoso ouvir a voz de Rex e de Hondo. Eu li essas coisas na página, mas é muito diferente quando lemos na sala, diante do microfone. Ver a animação completa, de verdade, é como realizar um sonho.”

Captain Rex in Star Wars Rebels

De todas as surpresas no trailer, uma delas recebeu aplausos realmente estrondosos: a voz e a primeira vista de Rex (e dois outros clones), que se junta aos heróis rebeldes na luta contra o Império. Dee Bradley Baker, voz de todos os clones, estava nos bastidores quando o trailer foi apresentado e também percebeu a recepção para o seu personagem.

“Isso faz com que eu me sinta muito bem”, disse Baker. “Pessoalmente, sempre me senti mal pelos clones. Terminar [Star Wars: A Guerra dos Clones] sem saber o destino deles era triste. Por isso, é um grande alívio saber que eles estão de volta e é um sentimento maravilhoso ver o quanto todos estão animados com a volta [de Rex].” Baker diz que Filoni contou há alguns meses que Rex voltaria, mas o dublador não podia contar a ninguém. “Isso foi muito, muito difícil. Eu tive que me segurar. Em Star Wars, o sigilo é um elemento muito importante desde O Império Contra-Ataca. A capacidade de surpreender as pessoas fica cada vez mais difícil nesse mundo, mas Star Wars ainda tem algumas surpresas.”

Como a ação de Star Wars Rebels acontece bem depois de Guerra dos Clones, Rex e seus dois amigos clones estão mais velhos. Baker fez as devidas adaptações na sua atuação, embora ainda mantenha o espírito de luta do herói. “Para o Rex, em particular, eu tentei envelhecê-lo para fazê-lo se sentir um pouco mais pesado, um pouco mais cansado e um pouco mais duro. Mas quando a ação aumenta, ele encontra sua energia.” Se o trailer for um sinal dele encontrando essa energia, Rex terá muita ação nesta temporada.

Star Wars Rebels Season Two Key Art

Entretanto, depois do painel, uma sessão especial de estreia da temporada dois, “The Siege of Lothal”, foi apresentada. [Aviso de spoiler mais uma vez!] Para surpresa de muitos, ela cumpre quase todas as promessas do fim da temporada um. Para aqueles que ainda não viram, fiquem tranquilos: trata-se de Star Wars puro e vocês vão adorar. O episódio tem Darth Vader — trazido à vida no estilo de Star Wars Rebels — com a voz de James Earl Jones em uma atuação assustadora. Ele é uma força incontrolável aqui e torna o Inquisidor apenas um problema secundário, em comparação. De fato, com “The Siege of Lothal”, você vai se lembrar por que Vader é um dos melhores vilões de todos os tempos. Logo depois da apresentação, Carrie Beck, cocriadora de Star Wars Rebels, estava visivelmente animada e compartilhou seus pensamentos exclusivamente com o site StarWars.com.

“Eu me sinto incrível”, disse ela. “É tão bom estar trabalhando nisso e ter todos assistindo aqui na Celebration. Eu acho que a gente não podia prometer que o Vader ia aparecer [no final da temporada um] e não ter uma boa interação com ele na abertura da temporada dois.” Em “The Siege of Lothal”, Vader trama armadilhas com uma precisão maléfica, derruba uma frota rebelde e acaba rapidamente com Kanan e Ezra em um duelo de sabres de luz. Ele é puro terror. “Pensamos muito neste episódio”, continuou Beck. “Especialmente quando se fala sobre o retorno de Vader em um novo conteúdo de Star Wars, isso foi algo que discutimos por muito tempo: como ele seria visto, como ele se comportaria, os tipos de coisas que poderíamos esperar. E, francamente, a ideia era que [os rebeldes] fossem derrotados. Eu acho que isso deu muito certo: a ideia de que Kanan e Ezra realmente não sabem em que estão se metendo.” Eles estão criando algo único: um Darth Vader que contempla todos os aspectos da herança do personagem de Star Wars, das prequelas à série Guerra dos Clones e à trilogia original.

“Este programa realmente conecta todas essas eras. Essa é uma das coisas que realmente nos esforçamos para conseguir”, contou Beck. “Como reunimos todos os aspectos desse personagem e o tornamos verdadeiro para esse momento no tempo? Se você pensar nisso no contexto de Guerra dos Clones, vê um Anakin que entendeu de estratégia realmente muito bem. Por isso, eu acho realmente interessante ver essa versão de Vader: o Vader que antes era o Anakin que conhecemos de Guerra dos Clones. Aqui, você vê o quanto ele é bom em estratégia, e não tem paciência para incompetência.” Vader, nesse momento do tempo, está a serviço do Império há 15 anos. Ele está cheio de ódio, sem nenhum traço do arrependimento do Retorno de Jedi ou da Vingança dos Sith. Para os fãs de Star Wars esse é um lembrete do quão perigoso ele é.

“É preciso lembrar disso agora”, continuou Beck, “ele está no ponto máximo de seu poder. Nesse momento, ele nem sabe da existência do seu filho. Por isso, ele apenas está em busca de destruição.” E, por fim, o episódio aborda outra questão importante: o que Ahsoka e Vader sabem um sobre o outro? Eles têm seu momento, “A aprendiz está viva”, que é considerado um dos melhores de Star Wars. Mas algum dia houve alguma versão do script em que Vader tenha se referido a ela como Ahsoka, demonstrando algum senso de humanidade? “Sempre foi ‘A aprendiz’”, confirmou Beck. “A ideia é que ele não é mais Anakin. Ele é Darth Vader. Ele abandonou totalmente tudo o que foi Anakin Skywalker e o que ele representa.”

Em breve, os públicos da TV vão ver a tripulação do Fantasma, Rex, Ahsoka, um Darth Vader completamente ameaçador e a formação da Aliança Rebelde quando a temporada dois for ao ar. Com tantas atrações de Star Wars, deve ser por isso que o programa e tão emocionalmente poderoso para os fãs e os criadores.

“Eu conheço muito bem a era, pois já contei a maioria das histórias”, acrescentou Filoni, “Eu cresci com a era seguinte. Foi um tempo incrivelmente divertido Eu tenho todos os instrumentos necessários para trabalhar com isso. Vader estará nas telas de novo e mal posso esperar para que as pessoas o vejam.”

Dan Brooks é redator de conteúdo sênior da Lucasfilm e passa seus dias escrevendo matérias para o StarWars.com. Ele adora Star Wars, ELO e os New York Rangers, New York Jets e New York Yankees. Siga-o no Twitter @dan_brooks, onde ele fala sobre tudo isso.

TAGS: